Rio Claro: Gaeco deflagra OperaC’C#o Delivery contra grupo acusado de extorsC#o

Na C:ltima quinta-feira (27/9), o Grupo de AtuaC’C#o Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou a OperaC’C#o Delivery e cumpriu mandado de busca e apreensC#o no FC3rum de Rio Claro. As investigaC’C5es decorrem de elementos obtidos na OperaC’C#o FumaC’a, que levou C apresentaC’C#o de acusaC’C#o formal contra advogados, delegado de polC-cia, investigador e empresC!rios, por prC!ticas de extorsC#o, lavagem de dinheiro e organizaC’C#o criminosa.
Todos sC#o acusados de exigir de suas vC-timas, entre elas uma idosa com quase 70 anos, valores que eram entregues para advogados e consultores integrantes da organizaC’C#o criminosa.B Como forma de atemorizar as vC-timas, os membros da organizaC’C#o exibiam notC-cias de operaC’C5es do Gaeco e mandados de prisC5es falsos, exigindo o pagamento de quantias milionC!rias para evitar os cumprimentos.
Os advogados e consultores integrantes do bando informavam que poderiam intervir junto a autoridades pC:blicas do sistema de JustiC’a penal para resolver as pendC*ncias criminais das vC-timas.
Desta vez, a investigaC’C#o apurou que um servidor do Tribunal de JustiC’a do Estado de SC#o Paulo, lotado em Rio Claro, repassava informaC’C5es e documentos a um dos integrantes do grupo criminoso. Os dados eram obtidos por ele em razC#o do exercC-cio funcional, em troca de vantagens econC4micas. Fonte: MinistC)rio PC:blico/SP.
 

 
Foto: Grupo Rio Claro
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitantes

Visualização de página 19.366

Referências únicas 27

Visualizações de página diretas 0

From External SERP 2

Páginas de destino exclusivas 765

Páginas de rejeição 560

Taxa de novos visitantes 52,23

Mecanismos de pesquisa 0