Morte de menor: guarda alega legC-tima defesa, mas tiro foi dado pelas costas; crime foi reconstituC-do hoje pela DIG

Foi realizada nesta tarde, nas proximidades de uma das Inspetorias da Guarda Civil de Piracicaba, noB Jardim Ibirapuera, a reconstituiC’C#oB – reproduC’C#o simulada dos fatos – do assassinato de um adolescente de 16 anos registrado no dia 3 de maio deste ano.
O acusado, um guarda-civil de 51 anos, que foi preso 11 dias apC3s o crime, foi levado para o local acompanhado de investigadores da DIG (Delegacia de InvestigaC’C5es Gerais), chefiados pela delegada Juliana Pereira Ricci, do advogado dele, de um perito e um fotC3grafo do Instituto de CriminalC-stica de Piracicaba.
O guarda alega para a PolC-cia Civil que agiu em legC-tima defesa, mas o laudo do Instituto MC)dico Legal apontou que o tiro foi dado quando o menor estava de costas.
No dia do crime, logo apC3s ter sido baleado, o adolescenteB – que nC#o possuC-a antecedentes criminais – foi socorrido por colegas que acionaram o Samu (ServiC’o de Atendimento MC3vel de UrgC*ncia).
AtC) entC#o era um crime de autoria desconhecia, mas, investigando, a equipe da DIG conseguiu esclarecer – trC*s testemunhas apontaram o guarda-civil como autor.
Ele foi preso 11 dias depois, apC3s ter sido decretada sua prisC#o temporC!ria de 30 dias e agora a delegada Juliana conseguiu a prorrogaC’C#o desta prisC#o que deverC! se estender por mais alguns dias.
Assim que o inquC)rito estiver concluC-do, e todas as provas reunidas, a papelada serC! encaminhada ao FC3rum.
O Guarda deverC! responder pelo crime de HomicC-dio Qualificado, principalmente pelo fato de a vC-tima nC#o ter tido a chance de se defender. Pela Guarda Civil corre um processo administrativo.

Foto: DivulgaC’C#o.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitantes

Visualização de página 19.314

Referências únicas 28

Visualizações de página diretas 0

From External SERP 2

Páginas de destino exclusivas 764

Páginas de rejeição 557

Taxa de novos visitantes 52,27

Mecanismos de pesquisa 0