Esquema de caça ilegal é desmantelado por guardas da Patrulha Rural; cerca de 40 cães eram utilizados para atacar outros animais

O flagrante, que também envolveu apreensão de armas de fogo e munições, ocorreu em uma fazenda do bairro Itaperu, em Piracicaba.
Foi uma operação da Patrulha Rural, em conjunto com homens da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) e Romo (guardas que trabalham com motos).
Após várias denúncias que caçadores que estavam agindo de forma irregular pelas localidades faziam disparos de armas de fogo próximo das propriedades e dos trabalhadores da Usina.
A reclamação ainda dava conta que os cães destes caçadores estavam atacando animais domésticos e criações de gado.
Com isso, os guardas se organizaram e no sábado (16/04) foram para o local. Na chegada, eles localizaram quatro veículos escondidos em um carreador de cana, sendo eles um Fiat Uno, um Ford Pampa (possui gaiola para transporte de cães), um Volkswagen Saveiro, e um Mitsubishi L-200 (com gaiola para transporte dos cães).
Dentro do Saveiro estava um homem que disse estar ali como vigia dos outros carros e que cuidava dos cães que estavam naquelas gaiolas.
Na camionete havia uma carabina calibre 38, vasta quantidade de munições do mesmo calibre e uma munição de calibre 357.
Nos outros carros foram localizadas diversas facas. Após deter esse vigia, os guardas caminharam no meio da cana, onde encontraram mais quatro homens e vários cachorros.
Puseram os quatro perto dos carros e, conversando com eles, descobriram que havia mais quatro homens e diversos cachorros na mata em ato de caça, inclusive que um deles estava armado com uma espingarda.
Mais uma vez, uma equipe de guardas-civis saiu patrullhando por ali e encontrou os quatro dois quilômetros para frente. Foram localizadas algumas facas, sendo uma lança conhecida como “zagaia” , uma espingarda calibre 12 e sete munições.
No local foi apresentado o documento das armas, porém foi pesquisado e apresentaram divergências com os dados que constavam no sistema.
Com tudo apreendido, e com os nove homens detidos, os patrulheiros foram para o Plantão Policial.
Ali compareceram três veterinárias que atestaram que os cães estavam sadios. O delegado de plantão
decidiu liberar sete dos suspeitos, que foram arrolados como testemunhas.
Os outros dois serão averiguados no porte irregular de arma de fogo. Da operação participaram os guardas Bertin e Massoni (Patrulha Rural); Willian, Miranda e F.Vieira (Romu),B Macedo e Feresin (Motos), Tomoaki e Artur (viatura 87).

2 comentários em “Esquema de caça ilegal é desmantelado por guardas da Patrulha Rural; cerca de 40 cães eram utilizados para atacar outros animais

  • 19 de maio de 2020 em 08:19
    Permalink

    SC3 faltou surtar o apoio das outras equipes que participaram da ocorrC*ncia com as VTRs 83 oficial de dia, 78 e base mC3vel 58.

    Resposta
    • 22 de maio de 2020 em 00:55
      Permalink

      OlC!, quem passou as viaturas de apoio foi a prC3pria Guarda Civil

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitantes

Visualização de página 1.392

Referências únicas 14

Visualizações de página diretas 0

From External SERP 0

Páginas de destino exclusivas 204

Páginas de rejeição 158

Taxa de novos visitantes 81,67

Mecanismos de pesquisa 0