Casal é preso vendendo cães com orelhas mutiladas; flagrante foi feito pela Guarda Civil de Piracicaba

As condições de maus-tratos em que se encontravam os animais causaram revolta em muita gente.

Às 15h de hoje, os guardas-civis Soares e Renata C receberam denúncia de protetores de animais que um homem de 25 anos e sua esposa de 20 anos estariam comercializando pitbuls mutilados.

A denúncia dava conta que os cães estavam com orelhas cortadas e que quem fez o procedimento  foi uma pessoa não autorizada.

Com conhecimento da alteração da lei de maus-tratos, os guardas foram até a avenida Beira Rio, local escolhido pelo autor para entrega de animais, para averiguar os fatos.

No local, juntamente com protetores de animais e o deputado estadual delegado Bruno Lima, foi constatado o crime.

No veículo em que o casal estava havia mais três cães de raças diversas, sendo um deles um filhote de três meses de pitbul com a orelha mutilada.

O casal tentava escondê-lo embaixo de um dos bancos do veículo. Outros cães adultos estavam com as orelhas cortadas e sinais de maus-tratos.

Uma veterinária esteve no local e elaborou o laudo. Apresentada ocorrência ao delegado do 1° DP foi elaborado o flagrante e o casal foi recolhido à carceragem.

Esta é a primeira prisão em flagrante por maus-tratos a animais, em Piracicaba, desde a alteração da lei que entrou em vigor em setembro deste ano.

Os animais foram encaminhados a clínica da veterinária presente. A protetora de animais recém-eleita vereadora de Piracicaba, Alessandra Bellucci, também acompanhou o flagrante.

A ocorrência foi apoiada ainda pelos guardas-civis
Edvan e Valadão.

Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Visitantes

Visualização de página 277

Referências únicas 10

Visualizações de página diretas 0

From External SERP 0

Páginas de destino exclusivas 107

Páginas de rejeição 43

Taxa de novos visitantes 100,00

Mecanismos de pesquisa 0